.Pesquisar

 

.A Equipa



Erótica
23 anos, ruiva, olhos verdes

Poderoso
27 anos, loiro, olhos azuis

Membro Vadio
26 anos, moreno, olhos verdes

.Desejos Recentes

. C - Aventuras de um casal...

. H - esqueleto

. C - Aventuras de um casal...

. F - tanguinha

. C - Aventuras de um casal...

. F - Pétalas

. C - Eu, minha mulher e um...

. D - Livro

. F - De renda

. H - carrasco

. C - Tarde de swing bem pa...

. C - Na casa da minha tia

. F - Bujon

. F - anda cá, és tão boa

. Cocktail CÚ LIVRE

. C - (Lesb) - Amiguinhas n...

. O estrangeiro e a minha m...

. H - Vista distorcida

. F - cuzão

. Namorada no cinema

. F - As tuas costas

. H - até o tronco

. F - lava o dentinho

. Primeiro anal

. F - Na água

. Um pedido muito especial ...

. F - belas mamas

. Um pedido muito especial

. F - atrás da rede?

. Cocktail LEVAR NO ABACAXI

. F - Lia de vermelho

. H - splash

. F - vestido ousado

. Reunião de negócios

. F - Papo

. Cocktail ORGIAS

. F - olha a racha

. F - vermelhinho

. H - claques

. F - Cú da Lia

.Desejos Passados

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

Top Blogs

Terça-feira, 26 de Setembro de 2006

C - (Lesb) - Amiguinhas no trabalho

Bruna é uma jovem morena, cabelos, olhos pretos e um par de peitos grande. Eu sempre fui amiga dela somente no trabalho e nas horas de almoço. Sempre tive uma caída por ela e ela nunca percebeu que eu dava em cima dela ou ela fingia não ver.

Durante o almoço de uma sexta-feira conversamos sobre banho e sobre roupas de dormir. Bruna ficou curiosa em saber como é um banho de espuma na hidromassagem acompanhada por uma mulher da mesma idade. Ela estava curiosa ao saber disso e principalmente acompanhada de um bom vinho e música agradável.

Depois que ela terminou perguntei se ela não queria ir para a minha fazer jantar e tomar banho comigo, Bruna aceitou o convite de imediato e ainda complementou: “quem sabe eu possa até dormir lᔠpois ela estava querendo dormir fora porque havia terminado com o namorado e não queria voltar para a casa dele. E combinamos de nos encontrarmos após o expediente de nos encontrarmos para levá-la a minha casa.

Durante o expediente da tarde Bruna me encontrava e falava às 19h bem no ouvido. E eu responda afirmativo com a cabeça.

Terminado o expediente encontro Bruna no rh pegando o contracheque como eu. E saímos da empresa para o estacionamento, de lá para a minha casa.

Chegando em casa, Bruna gostou só da parte externa uma casa grande. Estacionei o carro na garagem e passamos pela cozinha e mandei que servisse o jantar lá mesmo para duas belas garotas quando estivesse pronto chamar as duas no quarto de hospedes. Subimos para o quarto de hospedes, Bruna sentou no sofá e eu fui guardando as bolsas no armário.

Mostrei a Bruna a banheira de hidromassagem para convidados ela adorou e disse que quer experimentar logo. Bruna falou que enquanto espera quer ficar só de calcinha esperando, eu disse tudo bem mas falei que ia acompanhar ela para ela não se sentir envergonhada. E ela abriu um sorriso de alivio. Tirei a saia primeiro e ela sua blusa, ela mostrou os peitos para mim e disse “olha como sou suculento”, eu ri e disse para ela que se são suculentos eu não poderia dizer, o que eu posso dizer é que eles são grandes e que os meus que são suculentos, isso é verdade. Bruna riu muito e disse “você está certa, os dois são do mesmo tamanho” e comparamos os seios olhando de frente ao espelho só de calcinha que por coincidência eram da mesma marca, formato e cor. Bruna que percebe tudo isso. Bruna disse que ia urinar e não importava se eu olhasse mas não olhei fui pegar as toalhas e os roupões. 

Pegando tudo isso, deixei Bruna no banheiro e quando volto, ela estava lavando as mãos e dizia que a casa era muito bonita as instalações também. Ficamos conversando por volta de quarenta minutos e quando chamam a gente pelo telefone ela queria se vestir e eu não deixei ela vestir o uniforme suado. Dei a ela um hobby preto enquanto eu ficava com o cinza. Descemos com o uniforme dela na mão e mandei a empregada lavar o uniforme dela, por na secadora, passar e entregar amanhã após o café da manhã. Bruna não falou nada, apenas observava. 

Sentamos a mesa da cozinha e comemos um macarrão ao molho branco e de bebida vinho, bem gelado. Bruna estava adorando e pude perceber que ela gosta de vinho e ela mesma falou que amava e já ficou bêbada de tomar duas garrafas sozinha. E disse que isso ela não faz mas e só de tomar duas garrafas inteiras só se dividir com alguém. Tomamos a garrafa inteira e Bruna estava um pouco fora de si. Fomos para o quarto de hóspedes. Bruna ficou só de calcinha assistindo tv enquanto eu preparava a banheira. Fui preparando e Bruna me olhando com outros olhos. A banheira estava pronta e ela veio calmamente em minha direção.

Quando ela viu a banheira cheia de espuma e com pétalas de rosa adorou ao fundo tinha músicas calmas para relaxar. Ela tirou a calcinha jogando em mim e rasgando a minha com as unhas. E antes de entrar Bruna olhou e falou: “Sarah, você é linda tanto com roupa e sem roupa. Essa sua xana sem nenhum pêlo é de enlouquecer”, eu apenas sorri e dancei lentament e com os corpos agarrados.

Aos poucos Bruna foi se soltando e acabamos nos beijando longamente e caímos na banheira. Bruna acordou de vez, dentro da banheira e achava aquilo maravilhoso e ela até se divertia com tudo que eu falava, até quando disse que gostei do beijo que trocamos, ela disse que queira trocar mais beijos comigo e ficamos lado a lado e os beijos rolavam. Nesses beijos foram de língua até de selinhos. Fui direto nos peitos de Bruna e fui chupá-los e provei que eram suculentos tão quanto a boca dela, ela estava adorando e ela fez o mesmo nos meus seios chupou e mamou direito como eu gosto de fazer com ela.

Perguntei a Bruna se era a primeira vez que uma mulher chupava os seios dela, ela respondeu negativo que a vizinha dela já tinha chupado e depois acabaram transando. E ela falou que queria continuar depois desse banho ir para a cama comigo. Eu disse tudo bem e nos beijamos. Bruna disse que esperava a hora certa para aceitar as minhas cantadas e a hora era essa.! Ela contou que terminou com o noivo porque ele não gostava dela e porque ela só tomava chifre e agora foi a vez dele mas tomou um chifre de forma pior trocou homem pela mulher. Eu comecei a rir e ela também. Joguei algumas pétalas de rosa em seu cabelo e ela adorou, adorou também as massagens que fazia em suas costas. Sem sair da banheira peguei os charutos e ofereci a Bruna e ela aceitou experimentar a fumar um. Ela até que fumava bem pois ela só fumava eventualmente nem socialmente ela fumava. Ela também fez a afirmação, “Esse charuto não dá para enfiar nele na xana”, ela disse que tinha mulher que fumava pela xana, o que é verdade. Ela nunca conseguiu, só pôs o cigarro na xana e depois na boca.

Bruna continuou fumando comigo e uma hora soltou a fumaça na minha boca e eu fiz o mesmo, depois nós nos beijamos. Terminamos o banho tirando do cabelo a espuma dentro do chuveiro. Uma ajudou a outra tirando as pétalas de rosas que havia nos cabelos. Bruna era que mais tinha em todo o corpo e saiu com a ajuda do condicionador de cabelos lisos. E só naquele momento que percebi que Bruna tinha uma tatuagem em suas costas de uma mulher nua e ela disse que é ela mesma que ela fez essa tatuagem há um ano para o namorado pagar a ela e ela não vai se arrepender pois a mulher é ela mesma, só que mais magra.

Saímos do chuveiro e cada uma vestiu o roupão e uma toalha para se enxugar melhor. Sentamos no sofá, uma enxugava a outra e depois fomos para a cama. Bruna deitou e eu fui em cima dos seios dela, mamei em todos dois e ela os apertava contra mim. Ela também se masturba quando eu ficava lambendo os seios e a barriga, ela gritava baixo de prazer. A xaninha dela estava deliciosa e bem molhada, eu enfiava os dedos na xana dela e fazia ela chupar um por um, fiz ela me beijar tanto que ela não se arrependerá de ter transado comigo. Ela gritava bem baixo isso que era mais interessante. Os seios dela estavam ficando vermelho de tanto que apertava e era chupado, a boca estava já sem batom de tanto beijá-la.

Bruna se divertia comigo. Ela virou de costas e fui a massageando com os seios, ela ficava louca e virava e os seios se encontravam. O 69 que fizemos foi muito bom cada uma sentia a língua da outra em sua xana, estava delicioso.

Bruna também achou o “brinquedo” e enfiava na xana dela, eu o chupava junto com ela. Enfiamos também no rabo e ela gritou alto para acordar todo mundo.

No rabo dela eu enfiava o brinquedo e tirava, o brinquedo dessa vez era com o cinto. Enfiava e tirava como homem segurando os seios dela com muita força Bruna já estava suada de tanto fazer isso. Ela queria mais e cada vez eu fui aprimorando, fiz ela ficar de joelhos e chupar a xana e o brinquedo eu fazia ela ficar mais tempo chupando do que ela queria.

Quando invertemos as posições Bruna chupava os meus seios com gosto sem medo de ser feliz, os brinquedinhos eram enfiados e tirados chupados por ambas isso que era bom.

Bruna gostava de morder, mordia a barriga, seios e xana, ela chegava a engolir o peito como se fosse um “brinquedo de verdade”, ela adorava apanhar de leve na bunda e de chupar o gozo dos outros. Terminamos a transa como eu gosto com beijos de boa-noite e uma masturbando a outra. Bruna me masturba direito sem me machucar igual fazia com ela.

No dia seguinte, durante o banho matutino havíamos combinado de não falar nada sobre a noite que passamos juntas. Bruna aceitou a condição e só ia falar ao noivo dela quando o visse na noite de hoje. Não havia como saber disso dependendo dela. Terminamos o banho nos enxugamos e descemos de hobby para a cozinha. Tomamos apenas suco sem comer nada, Bruna não quis fumar comigo e ficou vendo televisão.

Meia hora depois, subimos para o meu quarto.

Bruna havia pegado o uniforme dela e fomos nos vestir. Bruna já estava pronta só faltava colocar a saia e ela não tinha calcinha, abri a gaveta de calcinhas novas e ela viu a quantidade bem grande de cuecas também e duvidava que eu usasse isso. Falei que ela não duvidasse e que hoje era dia de ir trabalhar vestida de cueca masculina. Pus a cueca e Bruna percebeu que não havia nada de diferente quando eu estava já com o uniforme completo. Ela dizia que nem percebia mas ela queria inovar e disse que ia sem nada por baixo. E vestiu a saia e não quis nem saber disso. Prendemos os cabelos e fomos trabalhar como nada tivesse acontecido. Bruna não estava com medo de perceberem que não usava calcinha e qualquer coisa ela havia levado uma cueca na bolsa e se começarem a desconfiar ela se trocava rapidamente.

E na empresa ninguém percebeu que estávamos diferentes.


Orgasmo de erotico.sensual às 19:34

Ligação sexual | Geme aqui | Ver gemidos dos outros (1) | Guarda lá isto
|

As melhores gajas no teu mail!!
As maiores cenas de hardcore!!
Pede já!
E começa a receber amanhã!

.Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
15

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.Fogosidades

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds